Ícone do site Suíno Brasil – O meio de comunicação mais lido da suinocultura

USDA anuncia vacina que bloqueia a propagação do vírus da peste suína africana

Um estudo publicado recentemente pelo USDA na revista Transboundary and Emerging Diseases mostra que a vacina candidata desenvolvida pelo ARS e com potencial para ser produzida comercialmente, mantém sua eficácia contra cepas asiáticas do vírus da PSA em raças suínas.

 

O Serviço de Pesquisa Agrícola (ARS) do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) anunciou que uma de suas vacinas candidatas contra o vírus da peste suína africana (PSA) demonstrou prevenir e proteger eficazmente os javalis na Europa e Ásia contra o atual estoque asiático em circulação.

Os estudos foram conduzidos em condições de laboratório apenas em suínos criados na Europa, usando um isolado, ou amostra, do surto inicial do vírus.

 

“Estamos entusiasmados que a pesquisa de nossa equipe produziu resultados promissores de vacinas, que podem ser replicados comercialmente, em diferentes raças de suínos, e usando um isolado recente do vírus da peste suína africana”, declarou o pesquisador da ARS, Douglas Gladue.

Isso indica que a vacina candidata viva atenuada pode desempenhar um papel importante no controle do surto atual que ameaça o suprimento mundial de carne suína.

O estabelecimento da imunidade foi manifestado em aproximadamente um terço dos animais na segunda semana pós-vacinação e a proteção completa em todos os suínos foi alcançada na quarta semana.

Uma vacina comercial contra o vírus da peste suína africana será uma parte importante do controle desse vírus em áreas de surto.

 

Os pesquisadores continuarão a determinar a segurança e eficácia da vacina em condições de produção comercial e estão trabalhando em estreita colaboração com seu parceiro comercial no Vietnã.

“Este é um passo importante para a ciência e a agricultura”, disse o investigador da ARS, Manuel Borca. “Estamos trabalhando cuidadosamente para ver nossa vacina candidata comercializada por meio dos esforços conjuntos do governo dos Estados Unidos e de nosso parceiro comercial, a Navetco National Veterinary Joint Stock Company.”

Até o momento, a ARS projetou e patenteou com sucesso cinco vacinas experimentais de PSA e executou totalmente sete licenças com empresas farmacêuticas para desenvolver as vacinas. A ARS continua avaliando outros parceiros de negócios para desenvolver essas vacinas.

 

Fonte: USDA.

Acesse o artigo completo: Hanh, T., Phuong, L., Huy, N., Thuy, D., Van Dung, N., & Gay, C. et al. (2021). African swine fever virus vaccine candidate ASFV‐G‐DI177L efficiently protects European and native pig breeds against circulating Vietnamese field strain. Transboundary And Emerging Diseases. doi: 10.1111/tbed.14329
Sair da versão mobile