01 out 2020

Surto de Peste Suína Africana na Bulgária



AUTOR(ES)

Especialista em suinocultura

Cândida Azevedo

Zootecnista, MsC Zootecnia, Doutoranda em Ciência Animal e Pastagens e Editora Grupo de Comunicação AgriNews

Um surto de peste suína africana foi notificado na Bulgária nesta quinta-feira (01) de outubro, as Informações recebidas e do Dr. Damyan Iliev, Diretor Veterinário e Diretor Executivo Adjunto, da Agência de Segurança Alimentar da Bulgária, Ministério da Agricultura e Alimentos, Sófia, Bulgária. O evento foi notificado pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE).

 

O diagnóstico foi comprovado a partir de testes laboratoriais básicos. Um total de 554 animais de uma unidade de produção de suínos foram afetados, sendo que 8 animais foram encontrados mortos e 546 foram eliminados. A OIE considerou uma taxa de letalidade aparente de 100%.

Além deste surto, foram registrados um surtos em abril e com a eliminação de 309 e 212 animais, respectivamente. Com a notificação do surto, a OIE mantém a implementação das seguintes medidas:

  • Controle de tráfego dentro do país;
  • Vigilância fora da zona de contenção e/ou proteção;
  • Vigilância dentro da zona de contenção e/ou proteção;
  • Triagem;
  • Rastreabilidade;
  • Zoneamento;
  • Vacinação permitida (se houver vacina);
  • Sem tratamento para animais afetados.

Além disso, a OIE orienta a adoção de medidas, tais como:

  • Destruição oficial de produtos de origem animal;
  • Eliminação oficial de carcaças, subprodutos e resíduos;
  • Controle de reservatórios de animais selvagens;d
  • Desinfecção.

Com esta nova notificação, a Bulgária permanece na lista  da OIE os países da União Europeia que apresentam incidência da doença, sendo eles: Alemanha,  Hungria, Letônia, Moldávia, Romênia, Rússia, Sérvia e Ucrânia.




Entrevistas +

NOVIDADES DO SETOR

 
 







Ver outras revistas


 

Cadastro Newsletter Suino Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

SuínoMind
SuínoBrasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies