Ícone do site Suíno Brasil – O meio de comunicação mais lido da suinocultura

Solução inovadora elimina a micotoxina Zearalenona de forma instantânea e eficaz

Escrito por: Cândida Azevedo - Zootecnista, MsC Zootecnia, Doutora em Ciência Animal e Pastagens e Editora Grupo de Comunicação AgriNews

Empresa de soluções naturais para nutrição animal do grupo DSM, a Biomin anuncia sua nova solução para proteção dos animais contra problemas reprodutivos causados pela Zearalenona

“As micotoxinas têm custo elevado para a cadeia de grãos e, consequentemente, para a produção de proteínas animais. Na presença de micotoxinas, o sistema imunológico, o fígado e a barreira intestinal dos animais podem ser comprometidos, afetando negativamente sua saúde e o desempenho zootécnico. Até recentemente, havia no mercado somente soluções que sequestram micotoxinas, conhecidas como adsorventes, que minimizaram esses danos. Porém, estudos comprovam que apenas a adsorção não é suficiente para o controle das diferentes substâncias tóxicas presentes nos sistemas de produção atualmente”, explica Verena Starkl, gerente de produto global da Biomin, ao anunciar a chegada ao Brasil da enzima purificada Mycofix® Plus 5.Z.

 

Ela complementa que, como as micotoxinas variam em efeitos e estruturas moleculares, uma única solução não é capaz de proteger o organismo dos animais.

“A gestão de risco de micotoxinas requer mais de uma ferramenta para o combate às substâncias tóxicas produzidas por fungos”, reforça Verena.

“Vamos pegar como exemplo a Zearalenona (ZEN), uma das micotoxinas mais comuns em insumos para alimentação animal em todo o mundo. Semelhante ao estrogênio, sua ação interfere no receptor do hormônio, dando início a uma série de sintomas chamados de hiperestrogenismo, que variam de espécie para espécie. A exposição contínua dos animais à ZEN leva a alterações patológicas no sistema reprodutivo, causando diminuição dos índices de fertilidade em fêmeas e machos”.

Como afeta a reprodução dos animais, a contaminação de ZEN tem importância econômica a curto prazo. Sem controle efetivo, o problema pode se estender por longo período.

Apesar da ZEN afetar diferentes espécies, a especialista da Biomin informa que existem diferenças em relação à vulnerabilidade com que cada animal reage, de acordo com absorção, distribuição, metabolismo e eliminação da micotoxina. “A suinocultura é um exemplo de atividade com maior suscetibilidade aos efeitos da Zearalenona. Os suínos são particularmente sensíveis, pois a biodisponibilidade de ZEN é muito alta, atingindo a circulação sistêmica. Após a ingestão do insumo ou ração contaminada, a micotoxina é convertida em α- e β-zearalenol (α-ZEL e β-ZEL) no fígado ou nas células intestinais. Nessa forma, a toxicidade é ainda maior do que a estrutura da zearalenona original”, explica a Verena Starkl.

 

Em aves, a zearalenona afeta a qualidade do ovo e pode aumentar a mortalidade embrionária, consequentemente reduzindo a eclodibilidade. Em geral, os perus são os mais sensíveis, seguidos das matrizes de corte, poedeiras e patos. Já nos ruminantes, devido às particularidades do seu sistema digestivo, sua capacidade de metabolizar micotoxinas em geral é maior. “Mas no caso da ZEN essa característica não ajuda muito, devido à metabolização da substância tóxica no fígado e intestino dos bovinos”.

Mycofix 5.Z, enzima purificada que combate a Zen com eficácia

A Biomin anuncia a chegada ao mercado brasileiro da enzima purificada ZENzyme®, comprovadamente eficaz contra a Zearalenona .

“Desenvolver uma solução enzimática com características específicas para o controle de ZEN requer muito tempo, pesquisas e investimentos. Primeiro, é preciso encontrar um micro-organismo natural que possa degradá-la. Uma vez encontrado, a enzima catalisa essa degradação específica de ZEN. Isolada do micro-organismo, a enzima teve suas características aperfeiçoadas até poder ser produzida em grandes quantidades”, aponta Verena.

Segundo a especialista da Biomin, são três os principais benefícios do uso de enzimas purificadas para a desintoxicação de ZEN. “A biotransformação enzimática é muito mais rápida e, nesse caso, podemos afirmar que é imediata quando comparada a outras estratégias de controle. A reação do produto é tão específica que biotransforma apenas a Zearalenona, sem afetar as propriedades nutricionais ou qualidade do alimento. Por último e não menos importante: o processo é irreversível, ou seja, os metabólitos perdem sua toxicidade e não podem recuperá-la”.

Mycofix® Plus 5.Z contém ZENzyme®, enzima que neutraliza um amplo espectro de micotoxinas usando ingredientes naturais patenteados e autorizados na União Europeia. Além de degradar a Zeralenona, a nova solução da Biomin apoia os produtores com alta tecnologia, pois protege o fígado e o sistema imunológico dos animais, mantendo a integridade gastrointestinal. A eficácia do princípio ativo do novo Mycofix® Plus 5.Z foi testada in vitro e in vivo, sob condições controladas com biomarcadores. Dessa forma, é possível confirmar que a molécula começa a degradar a ZEN em alimentos quando há mais de 20% de umidade no ambiente, além de reduzir significativamente sua presença em animais.

“Em suínos, os resultados foram comprovados por meio da quantidade de metabólitos não-tóxicos produzidos nas fezes. Já nas vacas leiteiras, foi detectada a alta degradação da substância no rúmen. Em aves, o metabólito não-tóxico foi detectado no esôfago. Todos os experimentos comprovam que ZENzyme® é altamente eficaz para a desintoxicação por Zearalenona e é o futuro do controle de micotoxinas. Estamos muito animados em ser a primeira empresa a desenvolver uma tecnologia que possibilite aos produtores a segurança durante a fase reprodutiva dos animais”, completa a gerente de produto da Biomin.

Fonte: Assessoria de imprensa.

Sair da versão mobile