17 mar 2021

Pamplona prepara investimento milionário para ampliar frigorífico



AUTOR(ES)

Especialista em suinocultura

Cândida Azevedo

Zootecnista, MsC Zootecnia, Doutoranda em Ciência Animal e Pastagens e Editora Grupo de Comunicação AgriNews

A Pamplona Alimentos vai dobrar de tamanho o frigorífico da empresa mantido em Presidente Getúlio, no Alto Vale do Itajaí. A área industrial construída, hoje de 13,7 mil metros quadrados, vai ganhar mais 13,2 mil metros quadrados. A ampliação faz parte de um projeto para reforçar a capacidade produtiva na cidade, com investimento estimado em R$ 359 milhões e geração de 850 novos empregos.

Frigorífico da empresa mantido em Presidente Getúlio, no Alto Vale do Itajaí.

Em Presidente Getúlio, a Pamplona produz presuntos, mortadelas, bacon e peças temperadas embaladas à vácuo, entre outros produtos que abastecem os mercados nacional e internacional. Com a ampliação, a unidade passará a ter uma capacidade diária de abate de 6 mil suínos.

O Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA) emitiu no dia 5 de março a licença ambiental prévia (LAP), primeiro documento necessário para ampliações industriais dessa natureza. A licença atesta a viabilidade ambiental do empreendimento. 

Está pautada para ser votada nesta terça-feira (16), na Comissão Central de Licenciamento Ambiental, a análise da licença ambiental de instalação (LAI), que abre caminho para o início das obras. Depois ainda é necessária a licença ambiental de operação (LAO), para o começo das atividades.

Sobre a empresa

A Pamplona Alimentos S/A, sociedade anônima de capital fechado, foi fundada em 03 de maio de 1948, pelo Sr. Lauro Pamplona e sua esposa Sra. Ana Pamplona.

A empresa teve sua origem no município de Agronômica, no estado de Santa Catarina, e em 1963 sob o nome de Açougue Riossulense Ltda., dedicava-se exclusivamente ao abate e comercialização de carne bovina.

Com o mercado interno em crescimento, a empresa sentiu a necessidade de ampliar o seu parque industrial. Em função disto, foi adquirido em 1989 outro frigorífico no município de Presidente Getúlio/SC. Esta aquisição permitiu que a capacidade de produção e de armazenagem da empresa fosse ampliada significativamente.

A empresa adquiriu o status de Granja Certificada em 2002, com a certificação das granjas localizadas nos municípios de Laurentino e Ituporanga, ambas no estado catarinense. São unidades produtoras que atendem às exigências da Instrução Normativa SDA (Secretaria de Defesa Agropecuária), produzindo animais de genética apurada e com elevado grau de sanidade.

A Pamplona possui ainda uma fábrica de rações, localizada no município de Laurentino/SC, responsável pela produção de rações e concentrados que suprem a necessidade do seu plantel e também a comercialização das Rações Pamplona.

Fonte: NSC Total e Pamplona Alimentos.




Entrevistas +

NOVIDADES DO SETOR

 
 







Ver outras revistas


 

Cadastro Newsletter Suino Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

SuínoMind
SuínoBrasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies