30 set 2020

Novo surto de Peste Suína Africana na Polônia



AUTOR(ES)

Especialista em suinocultura

Cândida Azevedo

Zootecnista, MsC Zootecnia, Doutoranda em Ciência Animal e Pastagens e Editora Grupo de Comunicação AgriNews

Quarta-feira 30 de setembro de 2020 – O Diretor Veterinário, Dr. Bogdan Konopka, do Ministério da Agricultura e Desenvolvimento Rural, Inspetoria Geral Veterinária, Warszaw, reportou o surto de Peste Suína Africana (PSA) na Polônia. O evento, que ocorreu no dia 12 de setembro, foi notificado hoje (30) pela primeira vez na lista da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) em uma propriedade em Laszkow, na Polônia.

 

O diagnóstico foi comprovado a partir de testes laboratoriais avançados (por exemplo, virologia, microscopia eletrônica, biologia molecular e imunologia). Um total de 110 animais foram afetados, sendo que 12 animais foram encontrados mortos e 98 foram eliminados. A OIE considerou uma taxa de letalidade aparente de 100%.

Com a notificação do surto, a OIE implementou as seguintes medidas:

  • Restrição do transporte dentro do país;
  • Triagem;
  • Rastreabilidade;
  • Quarentena;
  • Destruição oficial de produtos de origem animal;
  • Destinação oficial de carcaças, subprodutos e resíduos de origem animal
  • Abate sanitário;
  • Controle do reservatório de patógenos de animais selvagens;
  • Zoneamento;
  • Desinfecção;
  • Controle de vetores
  • Vacinação autorizada (se houver vacina);
  • Sem tratamento para animais afetados.

Vale ressaltar, que a Polônia já possui registros de PSA. De acordo com o relatório da OIE, além da Polônia, os países da União Europeia que apresentam incidência da doença são: Alemanha, Bulgária, Hungria, Letônia, Moldávia, Romênia, Rússia, Sérvia e Ucrânia.

Fonte: Organização Mundial da Saúde, OIE.

 




Entrevistas +

NOVIDADES DO SETOR

 
 







Ver outras revistas


 

Cadastro Newsletter Suino Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

SuínoMind
SuínoBrasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies