05 ago 2021

Incêndio de grandes proporções atinge construção do frigorífico da Frimesa em Assis Chateaubriand

Um incêndio de grandes proporções atingiu a construção do frigorífico da Cooperativa Central Frimesa na noite desta quarta-feira (04), nas proximidades da comunidade do Engenho Azaury, em Assis Chateaubriand.

Incêndio de grandes proporções atinge construção do frigorífico da Frimesa em Assis Chateaubriand

Incêndio de grandes proporções atinge construção do frigorífico da Frimesa em Assis Chateaubriand

Quem trafegava pela PR-239, entre Assis Chateaubriand e Toledo, assustou com as que tomou conta do frigorífico em construção.

De acordo com as informações preliminares, moradores acionaram o Corpo de Bombeiros ao perceberem o fogo. Ainda não se sabe o que provocou o incêndio e a preocupação dos bombeiros é realizar um rescaldo para que não haja possibilidade do fogo voltar.

Até o momento a assessoria de imprensa da Frimesa ainda não se pronunciou sobre o assunto.

O investimento

A projeção da  Cooperativa Central Frimesa, é de inauguração em 2023 do mega-frigorífico, na cidade de Assis Chateaubriand (PR), com promessa de triplicar a produção.

No primeiro estágio de operação, que vai de 2023 a 2025, a projeção é que a capacidade de abate do novo frigorífico seja de 3,7 mil cabeças/dia. Para o segundo estágio, de 2026 a 2028, o total será de 7,5 mil cabeças/dia, enquanto para a etapa final, de 2029 a 2031, os abates devem totalizar 11,2 mil cabeças/dia.

As obras para a construção do frigorífico tiveram início em outubro de 2017. O tamanho do terreno, com 148.000m², condiz com o valor investido na obra, que supera os R$ 3,2 bilhões.

Ainda de acordo com o diretor executivo da Frimesa, este novo projeto frigorífico vai contribuir para o fomento da suinocultura na região oeste do Paraná em longo prazo.

Em 10 anos, o abate da Frimesa triplicará, proporcionando oportunidades de aumento da produção de suínos aos produtores, gerando e diversificando a renda das propriedades. A suinocultura terá avanços tecnológicos e de sanidade, gerando segurança aos consumidores e mais renda na cadeia produtiva”, finaliza.

Fonte: O presente Rural e Redação.




Entrevistas +

NOVIDADES DO SETOR

 
 







Ver outras revistas


 

Cadastro Newsletter Suino Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

SuínoMind
SuínoBrasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies