05 jul 2020

Estratégias nutricionais para a melhoria da carne suína.




AUTOR(ES)

Especialista em suinocultura

Cândida Azevedo

Zootecnista, MsC Zootecnia, Doutoranda em Ciência Animal e Pastagens e Editora Grupo de Comunicação AgriNews

Na última sexta-feira (03/07), o canal da EMBRAPA promoveu uma live para abordar as “Estratégias nutricionais para a melhoria da qualidade da carne suína”, em continuidade à programação dos 45 anos da Embrapa Suínos e Aves.

Estratégias nutricionais para melhoria da carne suína

De acordo com os dados do Relatório Anual da ABPA, em 2018 foram consumidos 15,9 kg/hab, no Brasil.

Monalisa Leal Pereira conduziu o bate papo entre os pesquisadores da EMBRAPA, Drª. Teresinha Marisa Bertol e Dr. Jonas Irineu dos Santos Filho e a Professora Drª. Daniela Miotto Bernardi do Centro Universitário Fundação Assis Gurgacz.

A Pesquisadora Dra. Teresinha Marisa Bertol relatou a experiência na seleção de trabalhos para abordar as estratégias que promovem melhorias na carne suína.

Dra. Teresinha Bertol

O livro “Estratégias nutricionais para a melhoria da carne suína” reúne mais de 20 anos de resultados de pesquisa de qualidade de carne, avaliando o efeito da nutrição na qualidade da carne, bem como, os efeitos de raças e genótipo e manejo de abate, uma vez que todos esses fatores estão inter-relacionados. Considera-se entre as estratégias a saudabilidade da carne (composição de ácidos graxos), uso de compostos bioativos (melhorar a estabilidade oxidativa da carne e reduzir a produção de compostos indesejáveis durante o processo de maturação da carne). Além disso, os trabalhos abordaram a composição da carne, quantidade de marmoreio, característica extremamente importante nos estudos de qualidade de carne, uma vez que, o marmoreio favorece a melhoria na qualidade da carne do ponto de vista sensorial, pois afeta indiretamente a maciez e a suculência da carne. A pesquisadora conclui que as estratégias nutricionais do segmento de produção de carne suína devem considerar a competitividade, eficiência e custo de produção.”

De acordo com a Professora Daniela,

Dra. Daniela Miotto

Do ponto de vista nutricional a carne suína é uma fonte proteica importante na dieta, e destaca, quando  um indivíduo adulto consome 100 g de carne suína, atinge cerca de 50% das exigências proteicas. A professora ainda ressalta o teor de ácidos graxos na carne, que atende às recomendações de gorduras monoinsaturada, poli-insaturada e saturada. Além disso, a carne suína é uma excelente fonte de vitaminas do complexo B, destacando-se a vitamina B1 (Tiamina), sendo que 100g de carne suprem 70% das exigências da vitamina. Já em termos das concentrações de minerais, 100 g de carne suína atendem 60% das exigências diárias de selênio.

 

 

 

Com relação à percepção do consumidor em relação à carne suína, o pesquisador Dr. Jonas Filho destaca:

A carne suína como a de maior consumo mundial, desde os países europeus, com rendas per capita elevadas, até países em desenvolvimento, como é o caso dos países asiáticos China e Vietnã. Além disso, o pesquisador destaca que o mercado consumidor nacional paga por qualidade e não só por quantidade. E a qualidade pode ser expressa pela marca, pontos de venda e, até, a forma de visualização do produto. Em termos nutricionais da carne suína, o Dr. Jonas, ressalta os mitos existentes culturalmente sobre a carne suína, desde os trabalhos do final da década de 80 até os mais atuais mostram que 1/3 das pessoas não consomem a carne por questões ligadas a saúde pública, tais como os níveis de colesterol e a falsa crença da criação dos animais fora de instalações com as devidas condições sanitárias. Ressaltando ainda que, profissionais da área da saúde e da educação são os que mais reproduzem os mitos do sistema de produção suinícola.

 

Dr. Jonas Irineu dos Santos Filho

Por fim, os pesquisadores ressaltam a importância dos profissionais da cadeia da suinocultura em informar a população acerca das características nutricionais, do sistema de criação e qualidade da carne suína.

O livro é composto por nove capítulos que abordam as estratégias nutricionais para a melhoria da carne suína, explorando desde a composição nutricional de ácidos graxos, buscando não só questões relacionadas à saudabilidade, como também características sensoriais da carne. Além disso, foi abordado níveis de nutrientes específicos na dieta como proteínas, aminoácidos, vitamina A que afetam a deposição de gordura na carne.

O livro está disponível para download no link: bit.ly/livrocarnesuina.

Fonte: EMBRAPA SUÍNOS E AVES




Entrevistas +

NOVIDADES DO SETOR

 
 







Ver outras revistas


 

Cadastro Newsletter Suino Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

SuínoMind
SuínoBrasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies