15 maio 2020

BRF de Lajeado (RS) deve voltar a funcionar, após acordo com o Ministério Público

O retorno das atividades deverá ser gradual, e o MP fez várias exigências, como, por exemplo, que a empresa dê contrapartidas à hospitais da região.

A unidade da BRF em Lajeado, no Rio Grande do Sul, que estava com as atividades temporariamente suspensas desde o último dia 8, após medida judicial, por causa de contaminações de coronavírus entre funcionários, deve voltar a funcionar gradativamente. De acordo com informações do jornal A Hora, a decisão veio do Ministério Público (MP) do Estado na madrugada desta sexta-feira (15), após negociações.

Segundo a publicação, a decisão será oficialmente anunciada em entrevista coletiva à imprensa nesta sexta-feira (15), às 10h, com a participação de autoridades do governo de Lajeado e outras que participaram do processo de negociação.

As informações são de que as atividades na planta devem ser retomadas gradativamente, e será exigido que a companhia faça testes em todos os colaboradores da unidade antes que retornem ao trabalho. Outros itens exigidos pelo MP é o acompanhamento das famílias dos colaboradores em casa feito por profissionais da área da saúde, contrapartidas financeiras a hospitais da região de Lajeado.

No caso dos produtores rurais que são integrados à unidade da BRF-Lajeado, o MP demandou também que o prejuízo seja minimizado. (Jornal A Hora)




Entrevistas +

NOVIDADES DO SETOR

 
 







Ver outras revistas


 

Cadastro Newsletter Suino Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

SuínoMind
SuínoBrasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies