17 fev 2021

ABPA comemora abertura de Camboja para a carne suína



AUTOR(ES)

Especialista em suinocultura

Cândida Azevedo

Zootecnista, MsC Zootecnia, Doutoranda em Ciência Animal e Pastagens e Editora Grupo de Comunicação AgriNews

A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) comemorou o anúncio feito pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), sobre a abertura do mercado de Camboja para a carne suína do Brasil. 

A abertura é válida para cortes in natura e processados de carne suína de indústrias habilitadas pelo Serviço de Inspeção Federal (SIF) do Brasil.

De acordo com o presidente da associação, Ricardo Santin, o país do Sudeste Asiático com pouco mais de 15 milhões de habitantes está em intenso processo de urbanização e incremento da renda per capita, o que influencia o potencial de crescimento de consumo per capita de carne suína, hoje em dez quilos anuais por habitante. 

“O Camboja é uma nação emergente produtora de suínos, mas que recentemente foi impactada por casos de Peste Suína Africana (PSA). Neste contexto, o Brasil deve se firmar como um parceiro sólido para complementar a demanda local, auxiliando a segurança alimentar da população cambojana”, avalia Santin.

No ano, a Secretaria de Comércio e Relações Internacionais do Ministério da Agricultura contabiliza cinco ações de aberturas de novos mercados. Em janeiro, outros dois mercados foram abertos: carne de ovinos para Arábia Saudita e tripas e bexigas bovinas para a Argentina.

Fonte: Associação Brasileira de Proteína Animal, ABPA.




Entrevistas +

NOVIDADES DO SETOR

 
 







Ver outras revistas


 

Cadastro Newsletter Suino Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

SuínoMind
SuínoBrasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies