13 ago 2021

Abate de bovinos cai no 2° trimestre, enquanto de frangos e suínos cresce



AUTOR(ES)

Especialista em suinocultura

Cândida Azevedo

Zootecnista, MsC Zootecnia, Doutoranda em Ciência Animal e Pastagens e Editora Grupo de Comunicação AgriNews

O abate de bovinos caiu 4,5%, enquanto o de suínos cresceu 7,1% e o de frangos aumentou 7,4% no segundo trimestre de 2021, na comparação com o mesmo trimestre de 2020, segundo os resultados preliminares da Estatística da Produção Pecuária, divulgada nesta quinta-feira (12) pelo IBGE. Os resultados completos para o segundo trimestre de 2021 e para as unidades da federação serão divulgados em 10 de setembro de 2021.

 

De acordo com os dados preliminares, o número de cabeças de bovinos abatidas no trimestre foi 7,07 milhões, enquanto o abate de suínos somou 13,03 milhões e o de frangos 1,52 bilhão de cabeças.

Já na comparação com o primeiro trimestre de 2021, houve aumento no abate de bovinos (7,7%) e no de suínos (3,2%), enquanto o de frangos caiu (-3,0%).

No segundo trimestre deste ano, do total de bovinos abatidos, o resultado preliminar aponta uma produção de 1,87 milhão de toneladas de carcaças, retração de 1,9% em relação ao mesmo trimestre de 2020 e aumento de 8,6% em relação ao 1º trimestre de 2021.

Em relação aos suínos, o peso acumulado das carcaças atingiu 1,22 milhão de toneladas, que representa alta de 9,5% em relação ao 2° trimestre de 2020 e de 5,2% em comparação com o trimestre imediatamente anterior.

Já o peso das carcaças de frango foi de 3,58 milhões de toneladas, aumento de 10,5% na comparação anual e redução de 2,1% frente ao1º trimestre de 2021.

Aquisição de leite cai nas duas comparações

A aquisição de leite cru feita pelos estabelecimentos que atuam sob inspeção sanitária municipal, estadual ou federal foi de 5,80 bilhões de litros no segundo trimestre de 2021, uma queda de 1,2% em relação ao volume registrado no 2º tri de 2020 e de 11,5% em comparação com o trimestre anterior.

Já a produção de ovos de galinha subiu (0,1%) na comparação anual e caiu no comparativo com trimestre anterior (-0,1%), totalizando 977,00 milhões de dúzias

A pesquisa mostra ainda que os curtumes que efetuam curtimento de, pelo menos, cinco mil unidades inteiras de couro cru bovino por ano declararam ter recebido 7,51 milhões de peças inteiras de couro cru no segundo trimestre deste ano. Essa quantidade representa aumento de 2,6% na comparação com 2° tri de 2020 e de 6,2% em relação ao 1º trimestre de 2021.

 

Fonte: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, IBGE.




Entrevistas +

NOVIDADES DO SETOR

 
 







Ver outras revistas


 

Cadastro Newsletter Suino Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

SuínoMind
SuínoBrasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies