05 nov 2021

33ª Reunião do CBNA: Professor Urbano Ruiz diz que nutrição de matrizes suínas vem passando por diversas mudanças



AUTOR(ES)

Especialista em suinocultura

Cândida Azevedo

Zootecnista, MsC Zootecnia, Doutoranda em Ciência Animal e Pastagens e Editora Grupo de Comunicação AgriNews

Um dos coordenadores do próximo evento do Colégio Brasileiro de Nutrição Animal, o Professor Dr. Urbano dos Santos Ruiz, da Esalq, explicou em entrevista como foi o processo de definição do tema da 33ª Reunião Anual do CBNA – Aves, Suínos e Bovinos (10 e 11 de novembro, em formato on-line), que vai discutir a “Nutrição Pré-Natal e de Animais Jovens”.   

 

Como foi definido o tema do Congresso?  

Professor Urbano Ruiz: Em discussões entre os membros da diretoria definimos os temas centrais de relevância nas atuais circunstâncias de mercado/produção, dentro de cada uma das áreas (suínos, aves e ruminantes) e depois foram elencados assuntos dentro do tema geral para serem abordados. Na área de suinocultura, foram escolhidos dois temas centrais:

1) Novos conceitos e práticas na nutrição e alimentação de matrizes suínas, e 2) Estratégias para alimentação de leitões com a crescente restrição ao uso de antimicrobianos (antibióticos e atualmente óxido de zinco). 

 

Na sua opinião porque este tema é importante? 

Professor Urbano Ruiz: A nutrição / alimentação de matrizes suínas vem passando por diversas mudanças, pelo fato destas fêmeas atualmente serem altamente produtivas (fêmeas hiperprolíficas), por algumas mudanças de conceitos, e por diversas modificações na forma de criação das porcas (alojamento em baias coletivas, novos sistemas de alimentação, etc). Desta forma, a revisão e discussão destes pontos são muito importantes.

A alimentação de leitões jovens sempre é um tema que demanda discussão e atualizações, em parte por sua complexidade, mas principalmente pelas mudanças que vem sofrendo atualmente. Na União Europeia o uso de antibióticos como “promotores de crescimento” nas rações foi banido há algum tempo e há a iminente proibição do uso de óxido de zinco em doses supra nutricionais, como aditivo antimicrobiano, para os leitões. Nas Américas o uso dos antibióticos tem sido reduzido e, por enquanto, não temos notícia da proibição do óxido de zinco.

No entanto, considerando que o Brasil é grande exportador de carne suína, é muito importante estarmos atentos e alinhados com o que está ocorrendo em escala mundial. As palestras sobre nutrição de leitões abordarão assuntos que se constituem em estratégias para um cenário com o já restrito uso de antibióticos e com a retirada do principal substituto dos antibióticos, o óxido de zinco.

 

Quais serão os principais tópicos abordados? 

Professor Urbano Ruiz: Sobre alimentação de fêmeas, serão tratados os seguintes tópicos:

  • panorama mundial do manejo e alimentação de fêmeas hiperprolíficas;
  • novos conceitos e métodos de alimentação de porcas reprodutoras;
  • efeitos da alimentação da matriz suína sobre a progênie. 

Nas palestras sobre alimentação de leitões, teremos uma apresentação à respeito das perspectivas com a retirada de óxido de zinco das rações para leitões e as demais abordarão estratégias nutricionais para promover saúde intestinal e bom desempenho em leitões neste contexto de ausência ou reduzido uso de antibióticos e óxido de zinco na alimentação destes animais. Os temas serão os seguintes:

  • redução do teor protéico das rações e utilização de aminoácidos industriais;
  • processamento de ingredientes e dietas;
  • uso de enzimas em dietas para leitões;
  • ingredientes fibrosos na alimentação de leitões;
  • fontes proteicas de alta digestibilidade para leitões.  

Você acha que o CBNA conseguiu compartilhar conhecimento com pesquisadores, estudantes e acadêmicos mesmo na situação adversa que vivenciamos este ano?  

Professor Urbano Ruiz: Certamente! O CBNA tem se mantido ativo e atento com as mudanças e tendências na nutrição e alimentação animal e com o contexto que vivemos, de distanciamento social e todas as restrições impostas pela pandemia do Coronavírus. Fizemos modificações em nossos eventos, incluindo atividades remotas, e implantamos algumas outras formas de comunicação sempre com o intuito de levar e compartilhar conhecimento com toda a comunidade, indústria e academia.

 

Mais informações e inscrições em: https://www.cbnaavessuinosbovinos.com.br 

 

Patrocinadores: Adisseo, APC, Elanco, Evonik, Phileo e Polinutri   

Colaboradores: Alltech, Manzoni, Sindirações e Ab Vista   

Atendimento: (19) 3232-7518   cbna@cbna.com.br e cbna@lexxa.com.br

 

Fonte: Assessoria de imprensa    

Erica Barros – (19) 996247858    




Entrevistas +

NOVIDADES DO SETOR

 
 







Ver outras revistas


 

Cadastro Newsletter Suino Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

SuínoMind
SuínoBrasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies